Trabalhadores protestam contra demissões na Elektro em Atibaia

Trabalhadores protestam contra demissões na Elektro em Atibaia
04 novembro 11:53 2011 Cecília Gomes

Ato foi realizado nesta sexta (04) durante assembleia. Infelizmente trabalhadores foram impedidos de participar pela gerência local.

Na manhã desta sexta (04), o Sinergia CUT realizou um ato em protesto às nove demissões anunciadas ontem (03) na Elektro em Atibaia e Votuporanga. Os dirigentes do Sindicato foram até a empresa inicialmente para realizar a assembleia sobre a PLR, porém, de maneira arbitrária, a gerência local proibiu os trabalhadores de saírem para participar da atividade ameaçando descontar a hora parada, descumprindo o ACT vigente que garante ao trabalhador até 12 horas ao ano destinadas à participação em assembléias, sem que estas sejam descontadas da remuneração.

Diante da proibição, os dirigentes permaneceram no portão da empresa com carro de som, em protesto. “Alguns dos trabalhadores receberam a notícia de demissão em momento extremamente delicado e impróprio, como o falecimento de familiares e até mesmo passando problemas de saúde. Isso configura total falta de sensibilidade e responsabilidade social por parte da empresa”, afirma Carlos Fábio, dirigente do Sinergia CUT. A Elektro acionou a polícia que compareceu ao local e reconheceu o direito de manifestação dos dirigentes.   O Protesto terminou por volta das 09h.

O Sinergia CUT não concorda com as demissões e disponibilizará a área jurídica para impetrar com ações individuais, além de tomar todas as providências legais cabíveis.

  Categorias: