Sinergia CUT esclarece questionamentos sobre a Peri dos trabalhadores de Furnas

22 novembro 12:22 2011 Cecília Gomes

Diante de uma série de questionamentos dos trabalhadores de Furnas, o Sinergia CUT presta esclarecimentos referente a pendências na Periculosidade, cujo acompanhamento por parte do Sindicato tem sido semanal. A partir do último despacho da juíza Federal do Trabalho Camila Ceroni Scarabelli, em julho deste ano, o Sindicato informa que:

1)    O despacho determinou que a empresa depositasse o FGTS, mas para isso, a Furnas deveria juntar os documentos para continuar o cálculo. Como a empresa não o fez, o Sindicato está recolhendo a documentação;

 2)    O Sinergia CUT já solicitou penhora da conta mais uma vez, porque Furnas não cumpriu voluntariamente;

 3)    A Justiça também mandou a empresa refazer o cálculo do Imposto de Renda de acordo com a nova lei, mas Furnas não cumpriu. O Sindicato já pediu providências.

4)    Sobre novos, o Sinergia CUT aguarda a decisão do Agravo de Petição e entrará com as execuções individuais.

Não há prazo definido para resolver essas questões pertinentes ao processo, porque elas dependem do andamento do processo na 7ª Vara do Trabalho de Campinas. Posteriormente, o Sinergia CUT orientará os trabalhadores sobre como fazer a declaração do Imposto de Renda.

  Categorias: