CESP, Duke e Elektro: empresas manifestam-se sobre processo da Periculosidade

05 dezembro 17:20 2011 Cecília Gomes

No último dia 01, além de definir as condições para a homologação do acordo entre Sindicato e CTEEP, a juíza da 8ª Vara do Trabalho de Campinas Olga Regiane Pilegis convocou representantes da CESP e empresas cindidas para manifestarem-se referente ao processo para pagamento das diferenças do adicional da periculosidade, especialmente sobre a possibilidade de acordo.

Os representantes da Duke e Elektro informaram que vão procurar o Sindicato para discutir o assunto. Vale destacar que a Elektro fez acordo apenas do período pós privatização. Já os representantes da CESP informaram que não haverá, por parte da empresa, tentativa de acordo. Segundo os representantes, o acordo infringiria o parágrafo 37º da Constituição Federal. 

No caso de CESP, Duke e Elektro, como ainda não foi estabelecido um acordo, o processo para pagamento das diferenças do adicional da periculosidade continua tramitando na Justiça. Fique ligado!

  Categorias: