AES Tietê: fim de ano sem muito a comemorar

16 dezembro 14:10 2011 Débora Piloni

Os trabalhadores da AES Tietê encerram o ano de 2011 com pouca coisa para comemorar. Isso porque, no último período, a empresa implementou medidas que geraram total insatisfação nos locais de trabalho: transferências sem qualquer discussão com os trabalhadores, demissões e mais um processo de reestruturação que impactou diretamente as condições de trabalho e a qualidade de vida.

E agora, como “presente de Natal”, a empresa promoveu alterações no processo de trabalho em todas as usinas, principalmente em Água Vermelha.

Tais condições, impostas aos trabalhadores pela geradora, serão incluídas na denúncia sobre a política de Tolerância Zero da AES Tietê já realizada pelo Sindicato junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT).

COG

Para piorar um pouco mais: em descumprimento a um procedimento criado pela própria empresa, a AES Tietê está convocando trabalhadores para o COG sem que tenham passado pelo processo de Job Poster (recrutamento interno).

Referente a isso, o Sindicato enviou carta solicitando reunião para tratar do tema. Caso não haja retorno breve, esse assunto também fará parte da denúncia no MPT.

  Categorias: