Trabalhadores da Civile Projetos deliberam proposta final negociada com a empresa

Trabalhadores da Civile Projetos deliberam proposta final negociada com a empresa
04 janeiro 15:22 2012 Cecília Gomes

Participe das assembleias que ocorrem até esta sexta (06)!

Os trabalhadores da Civile Projetos deliberam, até a próxima sexta (06), a última proposta para o Acordo Coletivo de Trabalho, negociada entre Sindicato e empresa no final do ano passado. Na avaliação da direção do Sinergia CUT, a proposta atende as reivindicações dos trabalhadores e por isso encaminhará para a aprovação.

Caso a categoria aprove, o novo ACT terá vigência de dois anos e passará a valer a partir do dia 1º de outubro, reajustando os salários em 7,45% e concedendo Aumento Real de 1%.

Foram três rodadas de negociação para chegar até a proposta final que está sendo apresentada aos trabalhadores nas assembleias desta semana. Entre os avanços em relação à proposta anterior, está a gratificação de férias que além do terço legal, proporcionará a mais o correspondente a 10% do terço legal ao trabalhador que não tiver mais do que cinco faltas sem justificativa.

Outro ponto pendente era o Plano de Cargos e Salários (PCS). Na última rodada de negociação, os representantes da empresa comprometeram-se a apresentar uma proposta para PCS em 30 dias após a assinatura do ACT.

Em relação ao VA/VR, o valor mensal total será de R$105, isentando os trabalhadores de qualquer custo e/ou despesa. Fica a critério dos mesmos a opção entre o ticket-refeição ou o vale alimentação.  O benefício será concedido também nos períodos de afastamento, tais como, licença-maternidade, licença para tratamento de doença e/ou acidente de trabalho.

No item referente ao pagamento das horas extras feitas de 2ª a 6ª, a Civile Projetos prevê 50%, aos sábados 55%, domingo, folga e feriado 100%. A carga horária será de 44 horas semanais trabalhados em cinco dias da semana.

Entre as cláusulas sociais, a empresa contempla os trabalhadores comprometendo-se a realizar palestras e campanhas sobre assédio moral e sexual. A Civile Projetos estenderá a licença adoção para 180 dias às mulheres que adotarem crianças com até dois anos de idade.

Na luta pela liberdade e autonomia sindical
Outro ponto importante na proposta é o reconhecimento e garantia de emprego a representantes sindicais, desde sua candidatura e até um ano após o término de seu mandato, ressalvadas as seguintes hipóteses:
a)    rescisão contratual por justa causa;
b) pedido de demissão por parte do trabalhador.

Nesta cláusula ficou estabelecido o número de um representante sindical do Sinergia CUT.

  Categorias: