CS 2012: B. Tobace apresenta proposta final…

CS 2012: B. Tobace apresenta proposta final…
05 junho 10:50 2012 Débora Piloni

… com avanços. Sinergia CUT avaliará a proposta como um todo para depois levar para a deliberação dos trabalhadores

Valeu a pressão. Depois de ver propostas rejeitadas na mesa pelo Sinergia CUT até a terceira rodada e a disposição de luta dos trabalhadores por um ACT justo, na última segunda-feira (04), durante a quarta rodada de negociação da CS 2012, a B.Tobace apresentou uma proposta com avanços.

Com relação à proposta anterior, a empresa elevou o índice do VA/VR de 20% para 25% (passa de R$ 100 para R$ 125) e o índice de reajuste para salário e gratificação.

Para este, a B.Tobace propôs um aumento de 6% para pagar em junho, ou aumento de 5,38% em junho e mais 1% de aumento real em agosto, perfazendo um total de 6,38%. Segundo a empresa, o aumento real (1%) seria implementado após o PCS (maio a agosto).

A direção do Sinergia CUT avaliará a proposta como um todo para depois levar para a deliberação dos trabalhadores. Capricha!

Confira abaixo os principais itens da proposta final da empresa:


  • Reajuste sobre salário e gratificação: 6% pago em junho ou 5,38% em junho + 1% AR em agosto, após aplicação do PCS, perfazendo um total de 6,38%
  • VA/VR: de R$ 100,00 para R$ 125,00 (25%)
  • Licenças: no item “C” licença paternidade se estenderá de 5 para 7 dias de licença; e, garante que “ do 120º ao 180º, o retorno da gestante ao trabalho ocorrerá em comum acordo entre as partes
  • Parcelamento de férias: excluir a frase do parágrafo primeiro “ficando garantida a sua permanência em regime de turno no mês de marcação do inicio das férias”
  • Restaurante: A empresa disponibilizará local adequado nos locais de trabalho destinado aos trabalhadores que exerçam suas atividades no próprio canteiro.
  • PCS, mérito e promoções:  verba de até 2%” da folha de salários (base CPFL)
  • EPI/EPC: concederá Blusa/Casaco para os períodos de Frio e Capa de Chuva
  • POLÍTICA E DIRETRIZES BÁSICAS DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO:

exclui a letra”c” e “d” do parágrafo 1º, da clausula de saúde e segurança:

“c) Garantir a estabilidade no emprego para todos os membros da CIPA/CCTSMA, inclusive suplentes e representantes da EMPRESA, nos mesmos moldes da estabilidade assegurada para os membros titulares e suplentes eleitos pelos trabalhadores”

“d) Encerradas as inscrições para eleição das CIPA/CCTSMA, enviar ao SINDICATO cópias das listas contendo o nome e a área de lotação e função dos candidatos;”

exclui a letra “d” no parágrafo 3º, da clausula de saúde e segurança:
“d) A EMPRESA implantará carga horária de 180 (cento e oitenta) horas para os trabalhadores que exercem a função de atendentes comerciais, eletricistas, pessoal de plantão, inspetores de PA e demais trabalhadores da escala de revezamento;”

  • ORGANIZAÇÃO SINDICAL: exclui item “C”, da clausula de Org.sindical: “Acesso antecipado a informações referentes a reestruturação organizacional ou implantação de novas tecnologias;”
  • DIRIGENTE SINDICAL: concorda em liberar um dirigente sindical
  • PLR: discute com o sindicato um modelo de PLR no prazo de 90 dias
  • Manutenção das clausulas existentes
  Categorias: