CS 2012: Sindicato rejeita proposta da Comgás

25 junho 13:58 2012 Cecília Gomes

A proposta apresentada pela Comgas na quarta rodada de negociação foi rejeitada por não atingir nos itens econômicos o patamar reivindicado pelos trabalhadores. Com vigência de dois anos, a proposta de ACT, anunciada no último dia 18 pela empresa, traria reajuste de 5%.

O Sinergia CUT reivindicou Aumento Real, mas os representantes da Comgas informaram que neste percentual já estaria contemplado o Aumento Real. Diante da insuficiência, a proposta foi rejeitada na mesa. “Também queremos reajuste diferenciado nos benefícios (PLR, VR, VA), além de discutir função acessória e política de emprego”, destaca a direção do Sinergia CUT. Nova rodada ocorrerá nesta terça (26) às 10h.

Confira outros pontos da proposta:

Vigência do Acordo: 2 anos

Reajuste: 5%

Bolsa de Estudo: acrescenta 10 bolsas de estudos para pessoas com deficiência
• Direitos iguais para trabalhadores que tenham relações homoafetivas;
• Estabilidade para trabalhadores afastados por motivo de doença do trabalho: aumentar de 90 para 180 dias, porém garantir o emprego ou o salário (atualmente a cláusula garante o emprego)

A Comgas informou que quer discutir a cláusula de função acessória com o acréscimo de alguns itens específicos e também alterações na cláusula de política de emprego.

  Categorias: