CS 2012: Proposta da Elektro é rejeitada

CS 2012: Proposta da Elektro é rejeitada
27 junho 18:09 2012 Cecília Gomes

Avanço é pequeno com 5,5% sobre salários e 6% sobre benefícios. Sinergia CUT realiza assembleias nos locais de trabalho

Pouco. Esta é a avaliação do Sinergia CUT sobre a proposta apresentada hoje (27) pela Elektro na sexta rodada de negociação. Os representantes da empresa apresentaram 5,5% sobre salários e 6% para os benefícios VA/VR e Cesta Básica, que foram rejeitados na mesa por ainda estar muito distante das reivindicações dos trabalhadores.

Os dirigentes do Sinergia CUT ratificaram os 7% sobre salários  e 11,5% sobre os benefícios e piso salarial como pedida da categoria.

Com relação à PLR, a empresa informou que aceita continuar negociando em reunião específica para este tema. Sobre a marmita e hospedagem, pontos pendentes do atual ACT, a empresa informou que está avaliando, mas não comprometeu-se a solucionar a questão no prazo sugerido pelo Sindicato.

Os dirigentes do Sinergia CUT deixaram claro que as pendências levantadas ao longo do processo negocial devem ter prazo para serem solucionadas.

Assembleias informativas estão programadas. Fique ligado!

  Categorias: