Elektro: reunião discute formação da Comissão de Negociação de Escala

25 julho 11:10 2012 Débora Piloni

 Conforme havia sido acordado durante as negociações salariais, foi iniciada na última terça (24), entre Sindicatos e Elektro, o debate sobre formação, critério e calendário da Comissão de Negociação de Escala.

A empresa informou que quer alterar a escala do Centro de Operação da Distribuição (COD), alterando o intervalo para repouso e alimentação com 1 hora fora da jornada. Ou seja, a distribuidora quer aumentar a jornada dos operadores, bem como a disponibilidade do trabalhador em 1 hora a mais por dia trabalhado.

Na sequencia, a Elektro reafirmou sua posição mantendo a mesma proposta sobre escala e flexibilidade de jornada da reunião anterior. E ainda insistiu na composição da Comissão apresentada anteriormente, com, no máximo, 16 participantes, sendo:

  • 2 Representantes Região Centro (1 indicado empresa e 1 indicado Sindicatos);
  • 2 Representantes Região Sul (1 indicado empresa e 1 indicado Sindicatos);
  • 2 Representantes Região Leste (1 indicado empresa e 1 indicado Sindicatos);
  • 2 Representantes Região Oeste (1 indicado empresa e 1 indicado Sindicatos);
  • 2 Representantes Sede (1 indicado empresa e 1 indicado Sindicatos);
  • 1 Representante de cada Sindicato envolvido (3 no total) e número equivalente de representantes da empresa.

Sem consenso
O Sinergia CUT não concordou com a “paridade” proposta pela empresa, em que cada sindicato participaria com apenas um Dirigente Sindical nesta Comissão. “Sempre temos no mínimo dois negociadores por empresa, pois é da nossa prática incentivar a participação de dirigentes/representantes/CSB nas mesas de negociação”, afirma a direção do Sindicato.

Os nomes serão encaminhados para a empresa antes da próxima reunião, marcada para o dia 02 de agosto. Os demais encontros  deverão obedecer ao seguinte calendário: 16 e 30 de agosto e 05 de setembro.

Plano Especial de Aposentadoria (PEA)
Está também em debate a reabertura do prazo de 90 dias do PEA, para os trabalhadores já aposentados ou em situação de aposentadoria, que perderam o prazo dos 30 dias quando do protocolo no INSS.

A Elektro informou que concorda em reabrir o prazo desde que seja alterada a redação do atual Acordo, que vale até 2015, para o seguinte:

(…)c) Empregados que na vigência do acordo coletivo já possuam ou venham a obter tempo de serviço mínimo para solicitar sua aposentadoria, ou seja, homens 35 anos e as mulheres 30 anos: (…)
 
O Sinergia CUT está avaliando o impacto dessa alteração para depois informar à empresa sobre a sua posição. Aguarde.

  Categorias: