REVISÃO TARIFÁRIA EM DEBATE

REVISÃO TARIFÁRIA EM DEBATE
29 agosto 09:45 2012 Débora Piloni

Nas audiências públicas promovidas pela Aneel, Sinergia CUT apresenta a visão dos trabalhadores para o 3º Ciclo de Revisão Tarifária da EDP Bandeirante e CPFL Piratininga. Audiências aconteceram, respectivamente, nos dias 16 e 17 de agosto

Contribuir com o debate e exercer o controle social sobre assuntos relacionados ao setor energético. É com esse objetivo que o Sinergia CUT vem, ao longo dos anos, participando das Audiências Públicas promovidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para discutir a Revisão Tarifária Periódica das empresas de energia do estado de São Paulo. E, nos últimos dias 16 e 17, o Sindicato esteve nas audiências referentes ao 3ª Ciclo de Revisão Tarifária da EDP Bandeirante Energia e da CPFL Piratininga, respectivamente.

A audiência da Bandeirante aconteceu em São José dos Campos e foi aberta com o pronunciamento da Aneel, que apresentou sua defesa com relação ao índice proposto de redução em média de 3,55% nas tarifas de energia.

Já a audiência pública da CPFL Piratininga ocorreu em Sorocaba. Para esta empresa, a Aneel propôs uma redução média de 8,18% nas tarifas.

Nas duas ocasiões, dirigentes do Sinergia CUT fizeram intervenções, levantando críticas ao modelo proposto pela Aneel ao 3º Ciclo de Revisão Tarifária. “Em momento algum, durante todos os três ciclos, a reguladora se dispôs a incluir a discussão sobre saúde e segurança nas empresas frente ao processo de precarização das condições de trabalho enfrentada pelos trabalhadores do setor elétrico”, afirmou Paulo Robin, diretor da Área de Novas Tecnologias do Sinergia CUT. Também houve a crítica à falta de rigor no estabelecimento de novos índices de DEC/FEC, com a exigência de melhoria da qualidade do serviço prestado pelas empresas à população.

O Sinergia CUT também apresentou suas contribuições e propostas que englobam tópicos importantes para a redefinição dos valores das tarifas em cada empresa.

Além do Sindicato, participaram das Audiências o Conselho de Consumidores e público em geral.

Após a realização das audiências públicas da EDP Bandeirante e da CPFL Piratininga, a Aneel então, faz a sua análise das contribuições e críticas apresentadas para, posteriormente, finalizar o processo do 3º Ciclo de Revisão Tarifária dessas empresas, aplicando nas tarifas de energia os devidos percentuais por ela definidos.

Abaixo, veja os textos enviados à Aneel com as Contribuições do Sinergia CUT ao 3º Ciclo da Revisão Tarifária da EDP Bandeirante e da CPFL Piratininga

EDP Bandeirante

CPFL Piratininga

  Categorias: