Trabalhadores de Furnas participam de protesto na próxima segunda (03)

Trabalhadores de Furnas participam de protesto na próxima segunda (03)
29 agosto 11:10 2012 Débora Piloni

Eletrobras trai compromisso firmado e determina que trabalhadores compensem os dias de greve. Assembleias de protesto ocorrem em todas as empresas do Grupo

Os trabalhadores de Furnas e das demais empresas do Sistema Eletrobras participam na próxima segunda (03) de assembleias de protesto contra uma atitude autoritária da direção da holding. Ela determinou que os trabalhadores compensassem, a partir do dia 03 de setembro, os dias parados em função da greve realizada durante as negociações salariais.

Para a direção do Sinergia CUT a  indignação dos trabalhadores começa na falta de compromisso da Eletrobras, que traiu um acordo feito na mesa de negociação de que os dias parados seriam discutidos 60 dias após o fechamento do acordo.

O comunicado da holding surpreendeu negativamente a categoria e o CNE que, ao tomar conhecimento do fato, enviou imediatamente um ofício para a Eletrobras solicitando reunião para discutir a questão.

Vale ressaltar que a decisão unilateral da direção da Eletrobras expõe mais uma vez as contradições, a fragilidade e as divisões dentro da atual gestão, pois um segmento sela um acordo com os trabalhadores, para logo em seguida, outro jogar por terra tudo que foi discutido na mesa de negociação.

“A direção da Eletrobras e das empresas não podem impor medidas unilaterais sem cumprir o acordado na mesa de negociação. Nenhum trabalhador deve acatar a determinação da holding sem antes consultar o seu Sindicato”, afirma o CNE. O Coletivo está buscando alternativas para impedir que a categoria seja prejudicada.

“Nossa luta não se encerra com o fechamento do acordo. Ela é permanente, até porque a atual gestão da Eletrobras tem se mostrado pouco confiável. Palavra dada é para ser cumprida”, conclui o CNE.

  Categorias: