Agência Câmara de Notícias: Operários do setor elétrico temem demissões com redução das contas de luz

07 novembro 17:23 2012 Agência Câmara de Notícias

Representantes de funcionários do setor elétrico revelaram, há pouco, que temem a ocorrência de demissões e a piora das condições de trabalho em decorrência da Medida Provisória 579/12, como forma de compensar a perda de lucratividade das geradoras.
 
A preocupação foi manifestada pelo dirigente da Sinergia Cut, Gentil Teixeira de Freitas: “poderá haver precarização das condições de trabalho e redução de vagas para recomposição de lucro”.
 
Também na opinião do presidente da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Franklin Moreira Gonçalves, “os empresários brasileiros não são muito criativos, e a redução de benefícios para o trabalhador poderá ser adotada para recuperar a lucratividade”.
 
A MP prevê uma série ações com o objetivo de reduzir – de 16% a 28% – o valor das contas de luz pagas por empresas e consumidores individuais a partir de 2013.
 
Freitas e Gonçalves participam, neste momento, da segunda audiência pública sobre a MP 579/12, que altera o marco regulatório do setor elétrico. A reunião ocorre no Plenário 19 da Ala Alexandre Costa do Senado.

  Categorias: