CS 2013: CTEEP apresenta proposta final

CS 2013: CTEEP apresenta proposta final
04 julho 09:00 2013 Cecília Gomes

Para o Sinergia CUT, ainda há a necessidade de dar continuidade ao processo de negociação. Confira como foi a quarta rodada de negociação na CTEEP e participe das assembleias!

A quarta rodada de negociação da Campanha Salarial 2013, realizada nesta quarta-feira (03), entre Sinergia CUT, CTEEP e demais  sindicatos  durou cinco horas para chegar ao que a CTEEP considerou ser a proposta “final”.

Para o Sinergia CUT, ainda há a necessidade de dar continuidade ao processo de negociação que vinha avançando, ainda que a passos lentos. O reajuste salarial passou dos 5,5% da rodada anterior para 6,5%, mas utilizando 1% da verba de Planejamento Pessoal.

A proposta “final” da CTEEP trazia 17 itens e foi rebatida pela bancada dos trabalhadores. A reivindicação dos sindicatos contemplava  7,87% de reajuste salarial, 12% para VR e cesta básica, manutenção da mesma verba utilizada a título de pagamento da PLR 2012 para a PLR 2013, e, ainda, alterar a tabela de participação dos trabalhadores no VR/cesta de maneira a beneficiar os trabalhadores.

Nova proposta “final”
Diante das reivindicações, os representantes da empresa mexeram em cinco pontos colocados na primeira proposta. O VR/cesta básica saiu dos 7% para 8%, o valor fixo da PLR foi alterado de R$ 3.000 para R$ 4.000, garantindo pagamento  da antecipação da PLR no valor de R$ 2.000 em setembro de 2013. Para a Política de Emprego, retirou a proposta aletrar de 35 para 50 o número de postos de trabalho, mantendo a cláusula como está no ACT vigente (35 trabalhadores). Também apresentou alteração na tabela de participação dos trabalhadores no VR/cesta básica.

Diante da falta de disposição por parte da empresa em continuar o processo de negociação, o Sinergia estará realizando assembleias deliberativas. Fique ligado!

A proposta

  • Vigência: 2 anos
  • Reajuste: 6,5% nos salários, utilizando para esta composição de reajuste o índice do IPC-FIPE (5,11%) + 0,4% Aumento Real (segundo a CTEEP) + 1% (utilização de 1¢ da verba de planejamento de pessoal, que no acordo vigente corresponde a 2% da folha)
  • Piso salarial para cargo operacional e engenheiros: 6,5%
  • Planejamento de Pessoal: 1% da remuneração
  • Gratificação de Férias: 6,5%
  • Função Acessoria: 6,5%
  • VR/ Cesta: 8%
  • Auxilio creche: 8%
  • Bolsa de Estudos: R$ 600.000,00
  • Pagamento e compensação de Hora Extra
  • Técnico de subestação: paga todas as horas
  • Trabalho p/ situação de emergência: paga todas as horas
  • Hora flexível: flexibiliza horário entre 7h30 e 17h30
  • Política de emprego: mantém a atual política de emprego (rotatividade e 35 trabalhadores)
  • Estabilidade Pré-Aposentadoria: 12 meses de garantia de emprego, quando devidamente comprovado a situação de aposentado, considerando a 2ª data prevista p/ o beneficio da Fundação CESP.
  • Acordo Bilateral: Acordo recíproco entre empregado e empresa com liberação do FGTS acrescido de multa de 45% e liberação do cumprimento de aviso prévio.
  • PLR: fica mantido o parâmetro 0,7% do EBTIDA para composição do valor da PLR , exceto 2013, e a posição deve seguir o valor sendo parcela fixa de R$ 4.000,00 igual para todos os trabalhadores mais parcela variável de 35% da remuneração básica. Garante a antecipação de R$ 2.000 da PLR em setembro de 2013
  Categorias: