CS 2013: Trabalhadores de Furnas deliberam sobre retorno da greve

CS 2013: Trabalhadores de Furnas deliberam sobre retorno da greve
02 agosto 13:34 2013 Nice Bulhões, com informações da Secretaria Geral

Assembleias nas localidades da base do Sinergia CUT acontecem entre esta sexta (2) e segunda (5)

O Sinergia CUT realizará assembleias nas localidades de Furnas em Campinas, Itaberá, Estreito e Araraquara entre esta sexta e a próxima segunda-feira para que os trabalhadores decidam sobre o retorno da greve, encerrada na última terça-feira (30). A Eletrobras rejeitou proposta de conciliação do TST, na última quinta-feira.

Os trabalhadores fizeram todos os esforços para se chegar a um acordo na da audiência de conciliação no último dia 1º. Diante da solicitação do ministro do TST, foi suspensa a greve, que começou dia 15 de julho e durou duas semanas.

O Coletivo Nacional Eletricitários (CNE) considera que a suspensão da greve foi importante e estratégica, mas os trabalhadores devem retomar a paralisação imediatamente, pois o que foi decidido nas assembleias foi uma ação condicionada ao avanço nas propostas, colocadas pelo TST, fato que não aconteceu.

A direção da Eletrobras voltou para mesa de conciliação desconsiderando a proposta formulada pelo ministro do TST, que trazia avanços, ao apresentar outra que punia os companheiros (as) que estão saindo através do PDI, e rebaixada economicamente para toda a categoria, no que tange um acordo de 2 anos.

Participe das assembleias

A Federação Nacional dos Urbanitários (FNU) foi incisiva na defesa de uma proposta com validade de 1 ano e que trouxesse ganho real para todos, e que não abrisse espaço para qualquer retirada de direitos. Com isso, foi instalado o processo de dissídio. Diante da proposta rebaixada da Eletrobras, a orientação do CNE é para que os sindicatos retomem logo que possível o movimento de greve para que o Tribunal possa agilizar o processo de julgamento.

  Categorias: