Representantes do Sinergia CUT e da AES Tietê fazem nova rodada de negociação no próximo dia 15

Representantes do Sinergia CUT e da AES Tietê fazem nova rodada de negociação no próximo dia 15
07 agosto 15:55 2013 Nice Bulhões

Sindicato rejeita proposta e assembleias serão realizadas a partir de segunda (12)

Passados mais de 33 dias, foi realizada hoje (7) a 4ª Rodada de Negociação entre o Sinergia CUT e a AES Tietê, em São Paulo. Com a rejeição da proposta pelo Sinergia CUT, nova rodada foi marcada para o próximo dia 15, às 10h. Serão realizadas assembleias nos locais de trabalho de segunda (12) a quarta-feira (14). Participe!!!!

Confira abaixo a proposta rejeitada

• Reajuste de Salários: 6,0% (para salários e benefícios)

• Condições e Satisfação no Trabalho: a Empresa se compromete a criar um comitê de análise com o objetivo de avaliar periodicamente a satisfação dos trabalhadores nos locais de trabalho e debater todas as considerações apresentadas a este comitê.

• Troca de Turno: A empresa se compromete, tão logo seja aprovado o ACT, a enviar um comunicado interno aos gestores e trabalhadores informando-os que, por força da legislação, a troca de turno sem gerar hora extra será limitada a 5 minutos, todo período que exceder este tempo será obrigatoriamente hora extra. O trabalhador poderá justificar a necessidade da extensão do tempo para a troca de turno sem que haja analise por parte da empresa quanto à relevância ou não da referida extensão.

• 40 horas semanais: A emprese se compromete a discutir esta reivindicação em até 90 dias após a assinatura do ACT.

• Horas extras em curso e treinamento: A empresa se compromete a atender a reivindicação do sindicato e retirar do ACT a tabela de horas constante na clausula 26ª (Horas extras e controle por exceção), parágrafo 6°:
“Sempre que os trabalhadores forem convocados para a realização de cursos ou treinamentos fora de sua jornada de trabalho, as horas despendidas para sua locomoção deverão ser consideradas como horas extras, respeitando-se o desconto do tempo habitual gasto para deslocamento conforme a tabela”. 

• Pagamento de hora extra em emergência: A empresa se compromete a considerar como hora extra o horário em que o trabalhador sair de sua residência, para prestar atendimento de emergência/urgência, quando o mesmo estiver fora de sua jornada de trabalho.

• Compensação de horas extras (2ª a 6ª feira): A compensação de horas extras realizadas de 2ª a 6ª feira serão realizadas na proporção de 1h trabalhada por 1,55 h folga. 

• Função Acessória: A empresa manteve a posição da reunião anterior, não atendendo a reivindicação do sindicato.

• PCS: Imediatamente após a assinatura do ACT, a empresa fará uma apresentação às entidades sindicais da atual política de PCS.

• Política de transferência: A empresa reconhece a existência de dois programas de política de transferência, no entanto, não concordou em alterar a clausula do ACT, somente corrigirá o valor pelo mesmo reajuste do salário.

• PLR: Será paga uma antecipação de 4 mil reais na 1ª semana de setembro/13.

• Bolsa de Estudos: A empresa aumentará 05 bolsas para graduação e 05 para idiomas e reajustará os atuais valores pela mesma correção de salário.

• Vigência: Dois anos (2015)

• Política de Emprego: Mantém os atuais 300 postos de trabalho.

• Implante dentário: A empresa manteve a proposta anterior de dois implantes por grupo familiar com a participação de 50% do trabalhador.

  Categorias: