Sinergia CUT e Cesp se reúnem para tratar sobre as pendências do ACT

Sinergia CUT e Cesp se reúnem para tratar sobre as pendências do ACT
08 agosto 11:00 2013 Débora Piloni

Irregularidades na escala de operadores, compensação de horas e o fechamento do Laboratório foram os assuntos principais

Dirigentes do Sinergia CUT e representantes da direção da Cesp estiveram reunidos na tarde desta quarta-feira (07) para tratar sobre diversos assuntos que afetam diretamente a rotina dos trabalhadores. Entre os temas principais estavam a escala de operadores das usinas, descumprimento do ACT com relação à compensação de horas e o fechamento do Laboratório de Ilha Solteira.

Descumprimento da NR 10
Quanto à escala, na usina de Porto Primavera, em que a Sala de Comando é automatizada, a empresa iniciou um experimento colocando apenas dois operadores no período das 23h às 7h, deixando um terceiro trabalhador de sobreaviso. O Sinergia CUT observou e denunciou que isso vem acontecendo também no horário das 15h às 23h. “Tanto num horário quanto no outro, essa medida caracteriza um descumprimento da NR 10, que proíbe o trabalho isolado”, afirma Gentil Teixeira de Freitas, presidente do Sindicato dos Eletricitários de Campinas/Sinergia CUT.

Com relação ao período das 15h às 23h, a direção da geradora disse que irá verificar o que está acontecendo e corrigirá a situação, uma vez que reconhece que isso não pode acontecer. Já referente ao turno das 23h às 7h, a Cesp informou que manterá a escala com dois operadores e um de sobreaviso.

Com essa posição, o Sindicato já apresentou denúncia na Gerência Regional do Trabalho (GRT) de Presidente Prudente, por descumprimento da NR 10, uma norma emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e que tem por objetivo garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que interagem com instalações e serviços em eletricidade.

Assim como em Porto Primavera, em Três Irmãos também está acontecendo casos em que o operador fica isolado. “Aqui, a prática da escala não condiz com a sua teoria, com suas regras”, observa Gentil de Freitas.

Para verificação de tal irregularidade, toda atividade desenvolvida pelo operador deverá ser anotada no livro próprio da empresa e, se comprovado o trabalho isolado, poderá haver penalização ao responsável da área.

Compensação de horas
Além do problema da escala, outra irregularidade será verificada em Três Irmãos: é o descumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho referente à questão da compensação de horas. Enquanto o ACT prevê a compensação à base de 1:30, a empresa vem implementando a compensação de 1 por 1h.

Com tal denúncia, a direção da Cesp se comprometeu em regularizar essa situação, pagando aos trabalhadores todas as horas que foram compensadas de forma incorreta e, regularizando, a partir de agora, a compensação conforme estabelecido no ACT (à base de 1:30).

Fechamento do Laboratório Central
Localizado em Ilha Solteira, o Laboratório Central deverá ser fechado. Segundo a empresa, isso deveria ter ocorrido no mês de julho passado. Agora, o fechamento está previsto para o próximo mês de setembro.

Um convênio feito entre a Cesp e a Unesp deveria há tempos estar em funcionamento, com a Unesp fazendo o aproveitamento do pessoal que sai da geradora. Porém, tal convênio não deu certo na prática. A CESP informou então que, por ocasião do encerramento do Laboratório, reaproveitará os trabalhadores do Laboratório em outras unidades da Cesp em Ilha Solteira.

Com relação ao bem patrimonial (prédio do Laboratório), a geradora vem tentando firmar um convênio com a prefeitura de Ilha.

  Categorias: