Sindicato conquista liminar que garante Plano de Saúde a trabalhador da Elektro

16 dezembro 11:30 2013 Débora Piloni

Depois de sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e permanecer bastante debilitado a ponto de necessitar de cuidados especiais e ficar sob a responsabilidade de seus familiares, o trabalhador da Elektro Leandro Américo Santos da Silva e sua família foram convencidos pela empresa a aderir ao PEA (Plano Especial de Aposentadoria) e ter consequente demissão. Em momento algum, o Sindicato foi informado pelo RH da empresa sobre tais procedimentos.

Com isso, o trabalhador teve a manutenção de seu plano de saúde restringido. O Sinergia CUT, indignado com a atitude da empresa, entrou com ação judicial para preservar os direitos do trabalhador e reverter a demissão.

No último dia 09, a Justiça do Trabalho em Campinas, concedeu liminar com tutela antecipada que garante a continuidade do Plano de Saúde de Leandro até a finalização de todo processo judicial. Uma audiência está marcada para o dia 17 de março de 2014.

  Categorias: