Morre o eletricista da CPFL baleado durante o trabalho

Morre o eletricista da CPFL baleado durante o trabalho
15 julho 09:08 2014 Débora Piloni

Representante sindical do Sinergia CUT, Valdir Carubelli recebeu dois tiros quando tentava realizar um desligamento de energia por falta de pagamento




Valdir Carubelli: sem volta


“É com pesar que o Sinergia CUT informa o falecimento do companheiro Valdir Carubelli, eletricista da CPFL da localidade de Braúna, e Representante Sindical do Stieec/Sinergia CUT.

Valdir foi vítima da violência que, infelizmente, permeia nosso dia a dia. Estava no cumprimento de suas funções, quando foi baleado pelo consumidor. Apesar de ter sido socorrido e operado, não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada de hoje (15).

O companheiro Valdir tinha 56 anos, era casado, um filho e estava iniciando seu segundo mandato como representante sindical.

Nossos mais profundos sentimentos aos familiares e amigos.”

Direção do Sinergia CUT

Uma triste história…
O eletricista Valdir Carubelli foi baleado na última sexta-feira (11) ao tentar desligar, por falta de pagamento, a energia de uma residência no centro de Luiziânia, região de Araçatuba (SP).

Segundo a polícia, ao chegar à residência do desempregado de 21 anos para cumprir sua ordem de serviço, o eletricista foi interceptado pelo morador, que teria dito que a energia não poderia ser cortada porque havia crianças no local.

Na sequência, o rapaz teria entrado na casa, pego uma espingarda calibre 28 e efetuado os disparos em direção a Carubelli. Um dos tiros acertou o braço e outro o abdômen do eletricista. Ele foi socorrido ao Hospital de Luiziânia e, posteriormente, transferido para a Santa Casa de Araçatuba, onde permanece na UTI.

O homem que efetuou os disparos foi preso em flagrante e irá responder por tentativa de homicídio. Segundo os policiais, o acusado já tem passagem pela polícia por homicídio e porte de arma de fogo.

  Categorias: