CS 2015: Medral apresenta proposta final…

CS 2015: Medral apresenta proposta final…
13 abril 09:40 2015 DéboraPiloni

… que fica aquém das expectativas. Caso seja rejeitada nas assembleias, plano de lutas será o caminho!

Os trabalhadores da Medral deverão participar nos próximos dias de assembleias deliberativas para decidir sobre a proposta final de ACT apresentada pela empresa. A proposta traz um reajuste de 4,65% para salários e benefícios e também  não atende as demais reivindicações da pauta.

As negociações da Campanha Salarial 2015 entre Sinergia CUT e Medral começaram no dia 02 de março, quando ocorreu a primeira rodada. Na ocasião, usando o argumento da conjuntura financeira, a empresa apresentou uma proposta com reajuste salarial de 3,5% .  Essa proposta foi rejeitada na mesa e o representante da Medral se comprometeu a apresentar melhorias após a divulgação do índice de inflação do período (data-base março).

No entanto, a empresa não agendou outra rodada de negociação, limitando-se apenas a enviar via e-mail uma proposta ao Sindicato no dia 01 de abril, passando o reajuste de 3,5% para 4,65% sobre salários e benefícios. Mais nada.

O Sinergia CUT rejeitou a proposta e solicitou a reabertura do processo de negociação, o que foi negado.

Assembleias e Plano de Lutas
Para o Sindicato, a proposta está aquém das expectativas dos trabalhadores, pois o reajuste não atingiu sequer o índice da Inflação do ICV Dieese + Aumento Real. “Além disso, queremos negociar outros itens da pauta de reivindicações”, afirma a direção do Sinergia CUT.

Diante da intransigência da empresa, serão realizadas assembleias nos locais de trabalho para que a proposta seja deliberada pelos trabalhadores. Em caso de rejeição, a categoria deverá ainda aprovar um calendário de plano de lutas com mobilizações gradativas até chegar a greve por tempo indeterminado, com o objetivo de reabrir o processo de negociação.

Participe! #tamojuntoproquederevier !

  Categorias: