CS 2015: Duke propõe 7% de reajuste e nada mais. Proposta rejeitada

03 junho 11:10 2015 Débora Piloni

Na primeira rodada de negociação entre a Duke, o Sinergia CUT e demais entidades sindicais, realizada na última segunda-feira (01) em Chavantes, a empresa observou que o ACT vigente expira em 2016 e que, por isso, pretende negociar apenas as cláusulas econômicas (salários, VA/VR, Lanche Matinal, Gratificação de Férias, Auxilio Creche e Função Acessória).

O Sinergia CUT ressaltou na mesa que a Duke tem obtido resultados positivos e que, então, deverá ser referência nesta Campanha Salarial para as demais empresas do setor, melhorando a renda dos trabalhadores.

Após isso, a empresa apresentou a proposta de 7% de reajuste nos salários e benefícios, sem aumento real.

Tal proposta foi rejeitada, porque a reivindicação dos trabalhadores é a reposição da inflação do período pelo índice do ICV Dieese, aumento real, reajuste diferenciado no VA/VR, função acessória, PLR além de outros itens constantes da pauta entregue à empresa.

Os representantes da Duke se comprometeram a levar as reivindicações dos sindicatos para avaliação da direção da empresa, trazendo uma posição na próxima reunião agendada no dia 22 de junho. Aguarde. #tamojuntoproquederevier .

  Categorias: