CS 2015: trabalhadores da Biolins deliberam proposta de ACT

28 julho 10:30 2015 Débora Piloni, com informaçãoes da Secretaria Geral

Os trabalhadores da Biolins participarão nos próximos dias de assembleias para deliberar sobre as propostas de Acordo para as data-base de 2014 e de 2015. Isso porque, no ano passado a empresa não negociou ACT e o Sinergia CUT precisou buscar o dissídio para garantir a data-base dos trabalhadores. A audiência recomendou a conciliação entre as partes com algumas premissas para o ACT 2014/2016 e 2015:

– Data-base 2014: reajuste salarial de 5,82%, que já foi pago em julho de 2014 e dever ser antecipado para maio e junho/2014. Tal índice deve ser aplicado aos demais benefícios, a partir de maio/2014.

– Data-base 2015: reajuste salarial de 8,34%, a partir do de maio/2015, extensível aos demais benefícios.

Proposta final

A Biolins aceitou a via negocial com o Sindicato, realizando duas rodadas de negociação (23/06 e 16/07), que resultou na proposta abaixo:

Data-base 2014 – Assinatura do ACT para 2014/16:

  • Reajuste salarial de 5,82%, que já foi pago em julho do ano passado, será pago o retroativo referente aos meses de maio e junho/14.
  • Reajuste nos benefícios de 5,82% retroativo a maio/2014.
  • Piso salarial: R$ 992,42
  • Cartão Alimentação: R$ 138,50 com coparticipação do empregado de 0,5%
  • Auxilio creche: 20% do valor do piso salarial: R$ 198,49PLR: R$ 150,00 (de forma proporcional aos meses trabalhados no referido ano) será paga em 5/10/15
  • Ajuda de custo transporte: R$ 62,65Alteração em algumas cláusulas

 

Data-base 2015 – Assinatura de Termo Aditivo ao ACT 2014/16:

  • Reajuste salarial de 8,34%
  • Reajuste nos benefícios de 8,34%
  • Piso salarial: R$ 1075,19
  • Cartão Alimentação: R$ 150,00 com coparticipação do empregado de 0,5%
  • Auxilio creche: 20% do valor do piso salarial: R$ 215,03
  • PLR: R$ 250,00 (de forma proporcional aos meses trabalhados no referido ano) será paga em 5/3/16
  • Ajuda de custo transporte: R$ 67,87
  • CLÁUSULA 8 – MANUTENÇÃO DAS DEMAIS CLÁUSULAS DO ACORDO COLETIVO 2014/2016

Para o Sinergia CUT, que sempre buscou a negociação como um instrumento na construção de acordo que possibilite ganhos para a categoria e, considerando o momento e a realidade das empresas, o acordo de ACT 2014/16 e Termo Aditivo 2015, contemplam o pagamento retroativo a 2014 de dois meses para os salários e do período todo para os benefícios, pagamento da PLR 2014 e 2015, além da manutenção das demais cláusula vigentes com algumas alterações até 2016. Portanto, o Sindicato encaminhará as propostas para a deliberação dos trabalhadores.

Caso a proposta seja aprovada, será encaminhada para a presidência do TRT, a fim de encerrar o dissídio coletivo com a devida assinatura do ACT 2014/16 e do Termo Aditivo ao ACT para 2015. Participe!

#tamojuntoproquederevier!

  Categorias: