Pendências em discussão no Grupo Energisa

13 outubro 10:10 2015 Débora Piloni

Em cumprimento ao Acordo Coletivo de Trabalho vigente, aconteceu no último dia 08 a primeira reunião bimestral entre Sinergia CUT e o grupo Energisa para discutir sobre as pendências do ACT. Confira os principais pontos tratados:

  • Unimed: sem qualquer negociação com o Sindicato, a empresa aplicou um reajuste aos trabalhadores de 30% no plano de saúde. Por este exato motivo, o ACT não foi assinado até o momento. Na reunião, a empresa apresentou o contrato firmado com a Unimed e justificou que o fato que levou ao reajuste foi a sinistralidade. O Sindicato solicitou e a empresa se comprometeu a enviar carta para esclarecer o fato.
  • Representante Sindical: conforme negociado com o Sindicato, a empresa incluirá a cláusula de representante sindical no ACT.
  • Empréstimo consignado: a Energisa empresa se comprometeu a verificar junto à Caixa Econômica um convênio de linha de crédito para os trabalhadores e dará informação ao Sindicato.
  • Proibição de realização de serviços extras: chegou ao conhecimento do Sinergia CUT que a empresa estaria passando uma carta para os trabalhadores assinarem que proíbe a realização de serviços extras na área em que atuam. Cobramos da empresa sobre a situação e ela informou que desconhece o fato e ficou de averiguar e retornar posteriormente.
  • PLR: a empresa enviará a apresentação do acompanhamento dos indicadores.

#tamojuntoproquederevier!!!

  Categorias: