AES Tietê: Previc diz que pagamento do déficit do plano continua

AES Tietê: Previc diz que pagamento do déficit do plano continua
18 fevereiro 17:49 2016 Lílian Parise

Grupo de Trabalho continuará reivindicando aplicação da nova resolução para evitar mais prejuízos aos trabalhadores

O déficit do Plano Previdenciário dos trabalhadores da AES Tietê não se encaixa na nova metodologia de cálculos determinada pela resolução 22, oficializada no final do ano passado. Essa foi a resposta que a Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar) encaminhou na última quarta-feira (17) à Fundação CESP.

O problema foi pauta de reuniões do Comitê Gestor desde a edição da nova resolução, que autoriza o pagamento de déficits de planos previdenciários apenas quando o trabalhador começa a receber o benefício. Com apoio do Sinergia CUT, a Fundação CESP encaminhou ofício à Previc em janeiro deste ano, solicitando que a nova fórmula fosse aplicada aos trabalhadores da AES Tietê.

Vale lembrar que, pelas regras anteriores, os déficits do plano previdenciário da Tietê – acumulados em 2013 e 2014 – poderiam ser equacionados em 2015. Assim, para evitar mais prejuízos aos trabalhadores, que atualmente pagam valores consideráveis mensalmente, o Sindicato levou à Fundação CESP a necessidade de viabilizar que a nova metodologia fosse aplicada imediatamente.

A justificativa da Previc para negar a solicitação é a de que o déficit do plano da Tietê começou em 2013 e a nova resolução se aplica em déficits acumulados a partir de 2014. Diante da negativa oficial, durante reunião do Comitê Gestor ficou decidida a criação de um Grupo de Trabalho – formado por representantes do Sindicato, da empresa e da Fundação – para encaminhar estudos que viabilizem o não pagamento do déficit e a aplicação da nova regra. “Vamos continuar questionando a Previc e lutando para evitar mais prejuízos aos trabalhadores”, afirma a direção do Sindicato.

  Categorias: