CS 2016: reajuste de 7,5% é pouco ! Proposta da Elektro é rejeitada

24 junho 08:30 2016 Débora Piloni

A terceira rodada de negociação entre a Elektro, o Sinergia CUT e demais entidades sindicais aconteceu ontem (23) e mais uma vez terminou sem uma proposta digna a ser levada para a deliberação dos trabalhadores.

No início da reunião, a empresa apresentou uma proposta de 7% de reajuste nos salários e benefícios, que foi rejeitada imediatamente por todos os sindicatos presentes.

Após um intervalo, solicitado pela própria empresa, veio uma segunda proposta: 7,5% de reajuste nos salários e benefícios e 8%  no VA/VR.

Assim não dá! Esse índice sequer repõe a inflação do período! A proposta foi novamente rejeitada por todos os sindicatos.

A próxima rodada de negociação está marcada para dia 05 de julho. Fique ligado!

O QUE É NOSSO NINGUÉM TIRA!

Abaixo-assinado AMHO
Em tempo: antes do início da terceira rodada de negociação da Campanha Salarial, o Sinergia CUT protocolou no Recursos Humanos da Elektro o abaixo-assinado com 465 assinaturas de trabalhadores que reivindicam a atuação da empresa junto à Fundação Cesp para proceder com melhorias no Programa de Assistência Médica Hospitalar e Odontológica (AMHO).

  Categorias: