CS 2016: unilateralmente, Medral aplica reajuste de proposta que foi rejeitada pelos trabalhadores

03 agosto 14:00 2016 Débora Piloni

Frustrante. Após ter sido a proposta final da Medral rejeitada em assembleias pelos trabalhadores, a empresa implementou unilateralmente o reajuste de 9,5%.

Com isso, no dia 15 de julho, ocorreu a primeira mesa redonda, na GRT, em Presidente Prudente. O Sindicato ratificou que a Medral tem data-base em 1º de março e que estão envolvidos nesta negociação cerca de 150 trabalhadores. O Sinergia CUT também ressaltou que o reajuste reivindicado pela categoria é de 10,2%, que é índice do ICV Dieese referente ao período.

Na GRT, a empresa argumentou que mantém o reajuste já aplicado justificando a manutenção do quadro de trabalhadores.

Como não houve acordo, a mediação foi suspensa. Nova mesa redonda aconteceu na última sexta-feira (29), porém, novamente não houve consenso e a mediação foi encerrada.

O Sindicato deixou claro que tomará outras medidas cabíveis para defender a reivindicação dos trabalhadores.

O QUE É NOSSO NINGUÉM TIRA!

  Categorias: