CS 2021

CS 2021: BTobace não apresenta proposta econômica concreta na 1ª rodada e acena com retirada de direitos

Nessa primeira reunião, que acontece nesta quarta (12), a empresa propôs alterações em duas cláusulas do ACT vigente, alegando dificuldades financeiras. Nova rodada está marcada para acontecer em 26 de maio

CS 2021: BTobace não apresenta proposta econômica concreta na 1ª rodada e acena com retirada de direitos
12 maio 18:02 2021 Nice Bulhões, com informações da Secretaria Geral

Representantes do Sinergia CUT e da BTobace participaram da primeira rodada de negociação nesta quarta-feira (12). Na ocasião, a empresa fez um breve relato sobre as condições financeiras do período, externou o momento difícil que enfrenta e a prioridade em preservar empregos. Já o Sindicato manifestou sobre a necessidade de se buscar uma proposta que atenda às necessidades do trabalhador, visando a melhoria do ACT.

A BTobace apresentou a seguinte proposta abaixo por tópicos:

1 – Reajuste salarial

A empresa alegou dificuldades financeiras em realizar o reajuste previsto na cláusula 74ª do ACT vigente, solicitando a análise de possível parcelamento, mas ainda não apresentou a proposta efetiva para análise do Sindicato. A entidade sindical frisou estar aberto a receber a proposta, analisando a sua viabilidade perante todo o pacote.

Ainda nesse ponto, a empresa sinalizou o desejo de alterar a cláusula 74ª e retirar o aumento real de 1%. O Sindicato argumentou que seria uma perda significativa e que seria necessário estabelecer a possibilidade de se negociar aumento real no próximo ACT.

2 – Vale Alimentação

A empresa apresentou a proposta de reajuste de 2,8%, totalizando R$ 570,00. O Sindicato externou a necessidade de melhoria no valor, buscando repor o poder de compra do referido benefício e a proximidade com o valor solicitado pelos trabalhadores, que é de R$ 650,00.

O representante da empresa se comprometeu a levar a reinvindicação à sua diretoria e retornar com a resposta na próxima reunião.

3 – Plano de saúde

A empresa alegou ser impossível avançar nesse momento, propondo o reajuste da contrapartida pelo mesmo percentual do reajuste salarial. O Sindicato alertou sobre a necessidade de se buscar a constante melhoria no benefício.

4 – Prorrogação do Acordo Coletivo

A empresa não atendeu a reinvindicação de prorrogação por dois anos, alegando incertezas relacionadas à efetivação ou não da renovação de seus contratos. O Sindicato reforçou a importância desse item no atual momento, pedindo que a empresa reavalie a sua posição. A solicitação será levada à diretoria e o retorno deve ser apresentado na próxima reunião.

5 – Banco de Horas

A empresa solicitou a alteração da cláusula 6ª do ACT vigente, externando o desejo de que se compensem 100% das horas-extras. O Sindicato manifestou sua preocupação com a solicitação e o impacto dela, solicitando a reconsideração por parte da empresa.

Uma nova rodada foi marcada para o dia 26 de maio próximo. Trabalhador, fique ligado!!

Todos pela vida: com saúde, emprego e renda!

Nice Bulhões, com informações da Secretaria Geral

  Categorias: