INSS começa a depositar 13º salário de aposentados no dia 25. Confira calendário

Primeiros a receber o 13º são os beneficiarios que ganham até um salário mínimo – depósitos serão feitos entre os dias 25 de maio a 8 de junho. Quem ganha mais que o mínimo recebe entrre os dias 1º e 8 de junho

INSS começa a depositar 13º salário de aposentados no dia 25. Confira calendário
20 maio 08:42 2021 Redação CUT

Escrito por: Redação CUT 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a depositar a primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas na terça-feira da semana que vem, dia 25. A segunda parcela começa a ser depositada em junho, segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

O valor da primeira parcela do 13° salário corresponde a 50% do valor total do benefício. Já a segunda parcela vem com desconto de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) nos casos em que o beneficiário tem de contribuir.

De acordo com a Secretaria de Previdência, aposentados e pensionistas que passaram a receber o benefício depois de janeiro deste ano não receberão 50% do valor do benefício na primeira parcela. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente aos meses em que a pessoa recebe o benefício.

Já os segurados que recebem benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) também têm direito a uma parcela menor do que os 50%. Nesse caso, a antecipação é calculada de acordo com o tempo de duração do benefício.

Por lei, não têm direito ao 13º salário os segurados que recebem benefícios assistenciais. 

A antecpação do 13º salário de aposentados e pensionistas, assim como ocorreu no ano passado, tem como objetivo incrementar a renda dos beneficiários que têm direito ao abono, injetando R$ 52,7 bilhões na economia, cuja crise foi agravada pela pandemia do novo coronavírus e pela falta de políticas públicas e propostas efetivas para aquecer a economia e gerar emprego e renda. Em quase dois anos e meio de gestão, o governo de Jair Bolsonaro (ex-PSL) não apresentou uma proposta sequer de desenvolvimento econômico com geração de emprego e distribuição de renda. 

Calendário de pagamento

Quem ganha até um salário-mínimo terá o pagamento liberado no período de 25 de maio a 8 de junho, de acordo com o último número do benefício, desconsiderando o dígito. Já os segurados com benefícios acima do mínimo, receberão de 1º a 8 de junho.

A segunda parcela do abono anual será liberada junto com a folha de junho– que é paga de 24 de junho a 7 de julho.

Confira o calendário de depósito:

Benefícios com valor de até um salário mínimo (até R$ 1.100)

Final do NISMaio1ª parcela do 13ºJunho2ª parcela do 13º
125 de maio24 de junho
226 de maio25 de junho
327 de maio28 de junho
428 de maio29 de junho
531 de maio30 de junho
601º de junho01º de julho
702 de junho02 de julho
804 de junho05 de julho
907 de junho06 de julho
008 de junho07 de julho

Benefícios com valor acima de um salário mínimo (acima de R$ 1.100)

Final do NISJunho: 1ª parcela do 13ºJulho: 2ª parcela do 13º
1 e 601º de junho01° de julho
2 e 702 de junho02 de julho
3 e 804 de junho05 de julho
4 e 907 de junho06 de julho
5 e 008 de junho07 de julho

Com informações do Portal do Ministério da Economia

Antecipação13º SalárioAposentados2021

  Categorias: