Bê-à-bá da Previdência

Palestra on-line gratuita sobre os “Princípios básicos da Previdência Complementar” acontece no próximo dia 10

O palestrante será o consultor previdenciário Luciano Fazio. O evento acontece simultaneamente na plataforma Zoom e na página do Facebook do Sinergia CUT, a partir das 18h30. Não perca!

Palestra on-line gratuita sobre os “Princípios básicos da Previdência Complementar” acontece no próximo dia 10
02 junho 14:24 2021 Nice Bulhões

Diante das tentativas e de algumas concretizações de alterações nos fundos de pensão para  reduzir benefícios e direitos dos participantes e, ao mesmo tempo, atender as demandas das empresas patrocinadoras, liberando-as de passivos e reduzindo as suas contribuições, o Sinergia CUT contratou o consultor previdenciário Luciano Fazio para dar uma palestra on-line gratuita. Ela será realizada no próximo dia 10, das 18h30 às 19h45, pela plataforma Zoom e retransmitida ao vivo na página do Facebook do Sinergia CUT. Este é o link para ter acesso à palestra pelo Zoom: https://zoom.us/j/94975229108.

A entidade sindical entende que as melhores armas que os trabalhadores têm para se proteger, neste momento, são a informação e a união em prol da manutenção dos direitos já conquistados.  Matemático pela ‘Universitá degli Studi’ de Milão/Itália e especialista em Previdência pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Fazio também é autor de dois livros pelas Edições Loyola: “O que é previdência social” e “O que é previdência do servidor público”.  

“O conhecimento permite aos trabalhadores a participação consciente na definição dos rumos de seus planos previdenciários, fazendo pressão sobre os conselheiros eleitos que os representam nos conselhos, já que são partícipes dos processos decisórios da entidade”, afirma Fazio. “O trabalhador precisa saber sobre o seu plano para buscar preservar a sua contribuição, que ser tornará a sua reserva, sua poupança no futuro.”

O Regime de Previdência Complementar (RPC), o regime de capitalização, é classificado em dois grupos: Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), os chamados fundos de pensão, e Entidades Abertas de Previdência Complementar (EAPC). Eles são fiscalizados por órgãos de governo específicos para cada segmento, o fechado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e o aberto pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). 

Para que o trabalhador possa entender toda a complexidade do sistema previdenciário no Brasil, Fazio começará dando noções básicas dos sistemas públicos de previdência, que têm filiação obrigatória e são destinados a todos os trabalhadores que exercem atividades remuneradas. Por isso, a palestra destinará um tempo para que os participantes possam fazer perguntas.

O especialista abordará: 1) O que é previdência; 2) Como funciona a previdência do INSS;  3) O que é previdência privada (capitalizada); e 4) Previdência fechada versus previdência aberta (o que é um plano de benefícios e quais os elementos importantes para o trabalhador, os planos de benefícios em que o trabalhador pode se inscrever hoje na Vivest, a Energisaprev e a Fundação Real Grandeza).

“Hoje, o trabalhador pode contribuir no sistema EFPC gerando uma poupança individual ou a capitalização pode ser coletiva, como nos casos dos planos na modalidade de Benefício Definido (BD)”, explicou Luciano Cardoso, diretor de Assuntos dos Aposentados e Fundação de Seguridade do Sinergia Campinas. “É um tema muito complexo e o trabalhador precisa estar antenado para preservar os seus direitos.” Participe!

Por Nice Bulhões

  Categorias: