CS 2021: Intransigência da Cesp continua com proposta ‘final’ dupla. Sindicato é contra e faz assembleia virtual

Geradora apresentou um pacote fechado na última rodada, incluindo o ACT de 2020. Sinergia CUT rejeita proposta, quer reabrir negociação e faz assembleia, via zoom, na terça (27) da semana que vem

CS 2021: Intransigência da Cesp continua com proposta ‘final’ dupla. Sindicato é contra e faz assembleia virtual
21 julho 17:36 2021 Lílian Parise

Geradora apresentou um pacote fechado na última rodada, incluindo o ACT de 2020, mas que não atende às reivindicações dos trabalhadores. Sinergia CUT rejeita proposta, entende que é possível avançar, quer reabrir negociação e faz assembleia virtual com trabalhadores na terça (27) da semana que vem

Mais um ano se passou… Mas, sem considerar os tempos difíceis vividos durante a pandemia de covid-19 pelos trabalhadores da geradora, que continuam atuando diariamente na linha de frente de um serviço essencial, a direção da Cesp também continua mantendo a intransigência na mesa de negociação da Campanha Salarial 2021.

Sem levar em conta os riscos rotineiros enfrentados pela categoria, muito menos a empatia com o trabalho diário e a possibilidade de contágio dos trabalhadores, na última rodada a empresa apresentou um pacote, que chamou de proposta única e conjunta para fechar os ACTs (Acordos Coletivos de Trabalho) de 2020 e 2021 e encerrar a negociação.

A reunião virtual, realizada por videoconferência, aconteceu no último dia 13, quando os negociadores da Cesp informaram ao Sinergia CUT que a proposta final é conjunta e indivisível para os dois ACTs, esquecendo que o Acordo do ano passado não foi assinado porque a mesma empresa entrou com dissídio coletivo, que acabou arquivado.

“NÃO VAMOS ABRIR MÃO DA ESTABILIDADE”

Para a direção do Sinergia CUT, o pacote apresentado como “final” pela Cesp é inaceitável. “Não há nenhuma condição de aceitar essa proposta, uma vez que a de 2020 não contempla os trabalhadores e tampouco os demitidos, que receberiam apenas uma indenização de três salários. Aceitar essa proposta seria abrir mão da estabilidade conquistada judicialmente para os trabalhadores que continuam na ativa”, afirma a entidade.

Mais grave é que a Cesp quer retirar a cláusula de Gerenciamento de Pessoal, o que deve deixar os trabalhadores ainda mais insatisfeitos com a insistência na proposta, já que essa é uma conquista de muitos anos de luta.

O PACOTE ‘FINAL’ DA CESP

A proposta única da bancada patronal apresentada na última mesa de negociação é a seguinte:

ACT 2020
• Reajuste salarial de 1,88% (IPCA 2019/2020) retroativos a junho de 2020, dando quitação ao período da data-base de 01/06/19 a 31/05/20
• Correção dos benefícios e de todos os adicionais pelo mesmo percentual (1,88%) na mesma data da correção dos salários
ACT 2021
• Reajuste salarial de 8,06% (IPCA) a partir de junho/2021
• Correção dos benefícios pelo mesmo percentual (8,06%) e na mesma data da correção dos salários
• Alteração da cláusula de Indenização por Morte e Invalidez com nova redação para a inclusão de todos os empregados na apólice de seguro coletiva
• Antecipação do 13º Salário em maio (opcional)
• Manutenção da Cláusula de Planejamento de Cargos e Salários com alteração do pagamento de abril para setembro
• Manutenção da cláusula da PPR
• Cláusula de pré-aposentadoria para os empregados que estiverem dentro de um prazo máximo de 18 meses de sua aposentadoria, na qual seria paga uma indenização referente ao teto do desconto do INSS dos meses que falta para se aposentar;
• Possibilidade de desligamento por Acordo Mútuo, conforme previsto na legislação, para empregados com mais de cinco anos de empresa, com complemento de um valor adicional para o custeio do plano médico por três meses no valor de R$ 500 por titular e dependentes
• ACT por dois anos, com manutenção das cláusulas por todo o período de vigência, com exceção das cláusulas econômicas que serão renegociadas na data-base de 1º de junho de 2022
PARA EMPREGADOS DESLIGADOS
• Pagamento de indenização equivalente a três salários nominais

ASSEMBLEIA VIRTUAL NA PRÓXIMA TERÇA (27). PARTICIPE!

Nesse cenário, e buscando manter o distanciamento social ainda necessário nessa pandemia que já registra mais de 540 mil mortes, o Sinergia CUT promove assembleia deliberativa virtual com os trabalhadores da Cesp na próxima terça-feira (27), às 19h, via plataforma zoom.
Em pauta estão o debate dos prejuízos da proposta da Cesp, a reabertura da negociação e a deliberação coletiva da categoria sobre a proposta da empresa, além dos próximos passos em caso de rejeição. Podem participar todos os trabalhadores, que precisam se identificar com nome e matrícula no chat da plataforma.

PARA PARTICIPAR DA ASSEMBLEIA, BASTA CLICAR AQUI

LINK: https://us02web.zoom.us/j/87508143651

ID DA REUNIÃO: 875 0814 3651

Todos Pela Vida, com Saúde, Emprego e Renda!

Por Lílian Parise

______________________________________________________________________________________________________________________________

LEIA O EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA A SER REALIZADA POR TELECONFERÊNCIA COM OS TRABALHADORES PELA PLATAFORMA ZOOM MEETINGS

CIA ENERGÉTICA DE SÃO PAULO – CESP

Pelo presente edital, a Diretoria Colegiada do SINDICATO DOS TRABALHADORES NA INDÚSTRIA DE ENERGIA ELÉTRICA DE CAMPINAS representada pelo seu Presidente Claudinei Donizeti Ceccato, considerando os Decreto Estadual 65.437/2020 que estendeu a medida de quarentena de que trata o Decreto Estadual 64.881, de 22 de março de 2020 e o Decreto Estadual 64.994 de 28 de maio de 2020, e mais recentemente o Decreto Estadual 65.563 de 11.03.2021 que instituem entre outros, o dever de não causar aglomerações em função da pandemia de Covid19; considerando o disposto no inciso II do Artigo 17 da Lei 14.020/2020, CONVOCA todos os trabalhadores da empresa citada acima lotados em todos os municípios que integram a sua base territorial, associados ou não, a participar da ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizadas pela plataforma zoom meetings, a saber: CESP – CIA ENERGÉTICA DE SÃO PAULO no dia 27/07/2021 às 18h30 em primeira convocação às 19h00 em segunda convocação, no endereço https://us02web.zoom.us/j/87508143651, para deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia: a) – Avaliação e deliberação acerca da proposta da empresa para o Acordo Coletivo 2020 e 2021 e da proposta de acordo judicial nos autos processo nº 0010428-11.2020.5.15.0127 – VT Teodoro Sampaio, movido pela entidade sindical como substituto processual dos trabalhadores cujo objeto é a reintegração dos trabalhadores e suspensão da demissão em massa”; b) No caso de aprovação, ratificação dos poderes outorgados à diretoria do Sindicato para firmar Acordo Coletivo de Trabalho e Acordo Judicial c) No caso de rejeição ratificação dos poderes outorgados à diretoria do Sindicato representar a categoria em processo de Dissídio Coletivo perante a Justiça do Trabalho e/ou atuar na defesa em eventual Dissídio Coletivo de Greve; d) Aprovação e/ou ratificação da taxa negocial. e) Transformar a assembleia em caráter permanente f) Assuntos gerais do interesse da categoria. Com o objetivo de abranger a maioria dos trabalhadores, e para que o presente edital chegue ao conhecimento de todos os trabalhadores interessados, determino a sua publicação em jornal de grande circulação e veículo oficial de comunicação do Sindicato no site sinergiaspcut.com.br.

Campinas, 20 de julho de 2021.

Claudinei Donizeti Ceccato.

Presidente.

  Categorias: