NOTA DE REPÚDIO: EM FLAGRANTE DESRESPEITO À VIDA, AES BRASIL DEMITE EM PLENA PANDEMIA

EM FLAGRANTE DESRESPEITO À VIDA, AES BRASIL DEMITE EM PLENA PANDEMIA

NOTA DE REPÚDIO: EM FLAGRANTE DESRESPEITO À VIDA, AES BRASIL DEMITE EM PLENA PANDEMIA
16 março 16:50 2021 Direção do Sinergia CUT

O Brasil, e principalmente o estado de São Paulo, têm atravessado nos últimos tempos, a pior e mais grave fase desde o início da pandemia de covid-19, que já vitimou mais de 270 mil brasileiros e brasileiras.

A gravidade da crise sanitária e econômica é resultado da negligência do governo federal que deixa a população sem vacinas, sem medidas de proteção e sem uma política sanitária de combate à propagação do coronavírus e suas variantes, mais graves e mais contagiosas.

Para piorar, atualmente todas as cidades paulistas sofrem com a falta de leitos, com a crescente alta no número de infectados e mortos, chegando ao ponto de o governo estadual ter decretado o endurecimento das restrições, atualizando o Plano São Paulo nessa quinzena, que atinge sua fase mais dificil.

Enquanto isso, o Sindicato tem se desdobrado, desde o início da pandemia, em março do ano passdo, para preservar a vida e a segurança dos trabalhadorese das trabalhadoras do setor energético, solidário na luta pela preservação da saúde e pela manutenção dos empregos.

Na esteira dessa tragédia anunciada, a AES Brasil demitedois trabalhadores da área de segurança, demonstrando insensibilidade e desrespeito à situação grave que estamos vivendo.

O Sindicato repudia veementemente a postura da empresa, se solidariza e se coloca em defesa e à disposição desses trabalhadores.

Direção do Sinergia CUT

  Categorias: