Volta ao trabalho presencial

Sinergia CUT e a volta ao trabalho presencial: como encarar esse momento?

Sindicato recebe o médico sanitarista Pedro Tourinho, que fala sobre os novos desafios pós período de maior risco da pandemia. Confira também os horários de funcionamento presencial de toda estrutura da entidade

Sinergia CUT e a volta ao trabalho presencial: como encarar esse momento?
04 maio 18:14 2022 Débora Piloni
Sinergia CUT

Sindicato recebe o médico sanitarista Pedro Tourinho, que fala com otimismo aos trabalhadores da entidade sobre os novos desafios pós período de maior risco da pandemia. Confira aqui também os horários de funcionamento presencial de toda estrutura da entidade

Voltando ao normal aos poucos.  Sim. Graças aos avanços da Ciência, à vacinação, às medidas de segurança que trouxeram a queda dos índices de contaminação do Coronavírus, está sendo possível vivenciar um tempo quase que normal novamente.

Em seus diversos ambientes no estado de São Paulo, para as trabalhadoras e os trabalhadores do Sinergia CUT , o trabalho em home office passou a ser adotado desde 23 de março de 2020, quando a OMS (Organização Mundial da Saúde) decretou oficialmente o início da pandemia de Covid-19, a fim de preservar a integridade física e a vida de todos. Também a atividade sindical ficou restrita, com as assembleias e reuniões sendo realizadas através do aplicativo Zoom ou do Site do Sinergia CUT, o que permitiu que tudo acontecesse em segurança, sem perda da qualidade.

Agora, passado o maior perigo, todas essas atividades estão retornando presencialmente, e por esse motivo, entendendo haver segurança para tal, o retorno presencial ao trabalho também ocorre na sede e nas macrorregiões de todo o Sindicato desde o último dia 02 de maio.

A ponderação e o equilíbrio no dia a dia dependem de cada um. E para que haja tranquilidade, respeito, entendimento e bom senso em todo o ambiente, a direção do Sinergia CUT convidou o médico sanitarista Dr. Pedro Tourinho para falar aos trabalhadores e às trabalhadoras como enfrentar esse momento desafiador passados mais de dois anos de pandemia.  Para alcançar todo o público espalhado no Estado, o encontro foi híbrido, ou seja, parte do pessoal no presencial no auditório da sede do Sindicato em Campinas e parte através do Zoom.

“Que bom que estamos podendo retornar a viver quase que normalmente. Estamos num momento de calmaria, principalmente no estado de SP”, iniciou o médico.

Segundo ele, a variante Omicron revela que a Covid-19 veio para ficar. “Vamos conviver com essa doença e teremos que nos adaptar aos desafios trazidos por ela. As vacinas são eficazes para prevenir a morte, mas não para acabar com as mutações do vírus”, explicou.

Pedro Tourinho observou que a solução será sempre adotar medidas preventivas e de higiene constantes e ser vigilante em todo o momento. A qualquer sintoma gripal, há que se fazer o teste Covid, além de obedecer aos protocolos sanitários, como fazer uso da máscara e do álcool em gel e, se for o caso, o isolamento. “Estes hábitos também vieram para ficar. Para o bem de todos”, disse.

Depois de responder às diversas dúvidas dos participantes, Tourinho concluiu: “Pelos registros que temos em todo o país e, principalmente em nosso estado relacionados à Pandemia, a partir de agora é procurar voltar a viver mais normal. Já podemos nos encontrar e até tirar nossas máscaras se estivermos com pessoas sem sintomas. Podemos voltar a nos reunir, apertar nossas mãos e até nos abraçar. Sempre com bom senso, conhecimento e cuidados devidos”.

O médico sanitarista ainda insistiu que, para reduzir ainda mais o risco de transmissão da doença é imprescindível garantir as doses de vacinação no tempo certo de cada um, manter as medidas de proteção e higiene das mãos.

CONFIRA ABAIXO O HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO PRESENCIAL

NA SEDE E NAS MACRORREGIÕES DO SINERGIA CUT:

Sede – 8h às 17h

Macrorregiões – 8h às 12h e das 13h30 às 17h

  “Mais salários, mais direitos, mais empregos, mais saúde, mais luta com você!”

Por Débora Piloni

  Categorias: